Skip to content

28/02/2021 Comunicado de imprensa

TOTAL LANÇA CURSO ONLINE PARA JOVENS MOÇAMBICANOS

O projecto Mozambique LNG, liderado pela Total, anuncia o lançamento da plataforma electrónica de formação MOOC MOZAIC, que é o primeiro passo do programa de formação e recrutamento de jovens moçambicanos para a equipa de operações do projecto Mozambique LNG. MOOC significa “Massive Open Online Course” e MOZAIC é o nome da iniciativa em favor da educação implementada pela Total E&P Moçambique.

A plataforma MOOC MOZAIC estará aberta a inscrições para alunos de 18 a 25 anos que tenham concluído pelo menos o nível médio do sistema nacional de educação. Consiste em um curso de formação online gratuito de 9 semanas, cobrindo matemática básica, ciências, petróleo e gás, e a indústria de gás natural liquefeito (GNL). Todos os candidatos podem inscrever-se em www.moocmozaic.com a partir do próximo dia 15 de Março.

 

 

O modelo MOOC irá permitir que um grande número de estudantes em Moçambique tenham acesso à formação e potencialmente emprego no projecto durante a fase de operações. Os participantes que concluírem com êxito o curso da plataforma MOOC MOZAIC serão elegíveis para participar no processo de selecção para formação adicional na Mozambique LNG Academy, o Centro de Formação da Total com sede em Maputo. A Mozambique LNG Academy irá proporcionar formação gratuita a 400 jovens moçambicanos para assumirem cargos de operadores, técnicos de manutenção (mecânica, electricidade e instrumentação), técnicos de saúde, segurança e ambiente, e logísticos no projecto Mozambique LNG. A Mozambique LNG Academy iniciará as suas actividades em Setembro de 2021 com um grupo inicial de 60 participantes.

Ronan Bescond, director-geral da Total em Moçambique, afirmou: “Como operador do projecto Mozambique LNG, o nosso objectivo é incorporar talentosos jovens moçambicanos de ambos os sexos na nossa equipa de operações. O desenvolvimento de competências locais é parte integrante do nosso modelo de negócio. A formação e recrutamento de jovens moçambicanos contribui para os nossos objectivos de desenvolvimento sustentável e responde aos compromissos estabelecidos com o Governo de Moçambique em termos de conteúdo local”.

A Total E&P Mozambique Area 1, Limitada, uma subsidiária integral da Total, opera o projecto Mozambique LNG, com uma participação de 26,5%, juntamente com a ENH Rovuma Área 1, S.A. (15%), Mitsui E&P Mozambique Area1 Limited (20%), ONGC Videsh Rovuma Limited (10%), Beas Rovuma Energy Mozambique Limited (10%), BPRL Ventures Mozambique B.V. (10%), e PTTEP Mozambique Area 1 Limited (8.5%).

 

 

Sobre o projecto Mozambique LNG

O projecto Mozambique LNG é o primeiro projecto de GNL em terra do país. O projecto inclui o desenvolvimento dos campos Golfinho e Atum, localizados na Área 1 Offshore, e a construção de uma fábrica com duas unidades de liquefação com capacidade de 13,12 milhões de toneladas por ano. A Área 1 contém cerca de 65 Tcf de recursos de gás, dos quais 18 Tcf serão desenvolvidos com as duas primeiras unidades de liquefação. A Decisão Final de Investimento do projecto Mozambique LNG foi anunciada a 18 de Junho de 2019, e o projecto prevê entrar em produção em 2024.

Sobre a Total Mozambique

Presente em Moçambique há quase 30 anos, a Total Mozambique é um importante interveniente no mercado de produtos petrolíferos downstream - rede de bombas de combustíveis, clientes industriais e mineiros, lubrificantes e logística. A Total tem uma participação de mercado estimada em 14%.

Sobre a Total

A Total é uma empresa multi-energias que produz e comercializa combustíveis, gás natural e electricidade. Os nossos 100.000 colaboradores estão comprometidos com uma energia melhor, mais económica, mais fiável, mais limpa e acessível para o maior número de pessoas possível. Presente em mais de 130 países, a nossa ambição é tornarmo-nos a maior empresa em energia responsável.

* * * * *

Contactos:

Relações com a Imprensa:

Hélder Ossemane - +258 84 910 1346 [email protected]

* * * * *

Aviso

Este comunicado de imprensa, do qual não podem ser extraídas consequências jurídicas, destina-se apenas a fins informativos. As entidades nas quais a TOTAL SE. detém, directa ou indirectamente, investimentos são entidades jurídicas distintas. A TOTAL SE. não se responsabiliza pelos seus actos ou omissões. Neste documento, os termos “Total”, “Grupo Total” e Grupo são algumas vezes usados por conveniência. Da mesma forma, as palavras “nós” e “nosso” podem igualmente ser usadas para referir-se a subsidiárias em geral ou àquelas que trabalham para elas.

Este documento pode conter informações prospectivas e declarações baseadas numa série de dados económicos e suposições feitas num determinado ambiente económico, competitivo e regulatório. Esses podem revelar-se imprecisos no futuro e estão sujeitos a uma série de factores de risco. Nem a TOTAL SE. nem qualquer uma das suas subsidiárias assume qualquer obrigação de actualizar publicamente quaisquer informações prospectivas ou declarações, objectivos ou tendências contidas neste documento, seja como resultado de novas informações, eventos futuros ou de outra forma.