Skip to content

Total realiza Feira de Emprego virtual em parceria com a UniLúrio

O Projecto Mozambique LNG liderado pela Total realizou, nos dias 22 e 23 de Outubro, em Pemba, capital provincial de Cabo Delgado uma feira virtual de empego.  

O evento foi realizado em parceria com a Universidade do Lúrio (UniLúrio), Faculdade de Engenharia e teve como foco os estudantes finalistas e licenciados desta Universidade localizada em Pemba, província de Cabo Delgado. 

A feira pretendia  servir de plataforma de recrutamento de novos talentos para fazerem parte da força de trabalho da empresa, tendo em conta que serão criados cerca de 5.000 postos de trabalho durante os cinco anos de construção das instalações de Gás Natural Liquefeito na península de Afungi.

“Este ano, o evento foi organizado em formato virtual devido às circunstâncias actuais que impõem distanciamento social, disse Paulo Manhique, Gestor de Recursos Humanos da Total.

Manhique afirmou ainda que “temos o compromisso de envolver e maximizar a participação do conteúdo local. O recrutamento e formação de mão de obra moçambicana são componentes fundamentais da nossa estratégia de   conteúdo local” explicou.

Fred C. Nelson, Director da Faculdade de Engenharia, da Universidade Lúrio, Pólo de Pemba, afirmou:

“Estamos orgulhosos em cooperar activamente com a Total para realização desta feira virtual de recrutamento, através da qual os nossos estudantes poderão ter acesso ao mercado de trabalho, tendo sempre em conta os princípios de equidade do género. A UniLúrio vem trabalhando com parceiros para contribuir para o desenvolvimento da Região Norte de Moçambique, pois essa  é a sua Missão”.

Esta é a segunda feira de emprego promovida pela empresa em parceria com instituições de ensino superior do país. A primeira feira decorreu no campus universitário da Universidade Eduardo Mondlane, no ano passado.

A Total emprega directamente e através das suas contratadas, mais de 5.100 moçambicanos, o que representa 83% da sua mão-de-obra, dos quais 38% provêm de Cabo Delgado (26% de Palma e 12% do resto de Cabo Delgado). Esses trabalhadores desempenham as suas actividades em todos os níveis do projecto, incluindo a construção da vila de Quitunda, aeródromo, a ampliação do acampamento e outros projectos que são fundamentais para a construção das instalações de GNL.

Matériais de Conteúdo local

Matéria sobre o Trabalho do Projecto em Moçambique